Grupo descumpre proibição de aglomeração e faz protesto na BR-232, no Recife


Centenas de pessoas descumpriram o decreto estadual que proíbe reuniões com mais de dez indivíduos para evitar a disseminação do novo coronavírus e fizeram um protesto na BR-232, no Curado, na Zona Oeste do Recife. O ato ocorreu na tarde deste domingo (19), em frente à sede do Comando Militar do Nordeste.

Vestindo roupas nas cores verde e amarelo, os manifestantes se aglomeraram com faixas e cartazes em apoio ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Uma das faixas pedia "intervenção militar com Bolsonaro no poder". Entre os participantes do ato, estavam idosos, grupo considerado de risco para contrair a doença Covid-19, causada pelo novo vírus.

O ato aconteceu no quilômetro 7 da rodovia e teve início por volta das 11h. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os manifestantes tentaram bloquear a rodovia, mas os carros foram removidos pela corporação para que o trânsito não fosse interrompido.

A Polícia Militar (PM) também enviou equipes até o local, mas disse, em nota, que o ato foi "realizado em uma área de militar, onde a PM não pode atuar".

Os participantes do protesto começaram a dispersar por volta das 17h30, e o ato foi encerrado às 17h40. A manifestação ocorreu no dia em que Pernambuco chegou a 2.459 casos confirmados do novo coronavírus e o número de mortes de pacientes com a Covid-19 no estado subiu para 216.

Nenhum comentário:

Adbox