Globo fala sobre atitude de Faustão em relação aos beijos da “Dança dos Famosos”


O apresentador Fausto Silva estaria uma fera com suas bailarinas por iniciarem relacionamentos no quadro “Dança dos Famosos”. Faustão sempre deixou claro que não queria nenhum tipo de envolvimento das moças com os famosos.

No último domingo, 15, o ator Nicolas Prattes deu um beijão de língua na sua professora, que faz parte do balé do “Faustão”. A cena agitou a plateia, mas deixou bem nervoso os internautas que detonaram a atitude nas redes sociais. Teve gente dizendo que virou ‘Dança da Pegação’.

Fausto teria, de acordo com informações do jornalista Leo Dias, convocado uma reunião de urgência com a direção e proibido cenas de beijo durante as apresentações. Muita gente chiou! Lucas Veloso, um dos participantes, está namorando a sua professora escondido de tudo e todos.

No programa “A Tarde é Sua” desta quarta-feira, 19, foi dito que a Rede Globo já se pronunciou sobre o ocorrido. Segundo informações, a direção da emissora negou que Fausto tenha feito qualquer reunião e que muito menos tenha proibido que os participantes se beijassem.

FAUSTÃO É ACUSADO DE CENSURA NA GLOBO

O apresentador e jornalista Décio Piccinini foi bem duro sobre as últimas atitudes de Fausto Silva quanto ao seu quadro, o “Dança dos Famosos”. Faustão proibiu que suas bailarinas se envolvam com os famosos que ainda participam da atração.

O apresentador também solicitou para que não haja mais selinho e muito menos beijo de língua durante as apresentações dos artistas com os seus professores. Alguns, nesta edição, já utilizaram da técnica. O que tirou Fausto do sério foi o beijaço de Nicolas Prattes em Mayara Araújo.

Durante o “Fofocalizando”, Décio detonou a atitude do colega de profissão. Para ele, o global está usando da censura e que ele não tem nenhum direito de mandar na vida pessoal dos famosos que participam do quadro. Mamma Bruschetta e Mara Maravilha saíram em defesa de Fausto.

A Globo, em contato com o TV Foco, por meio de sua assessoria de comunicação, diz que “a informação não procede”.
Adbox