Presidente Nacional do PRTB, Levy Fidelix, visita Pernambuco


O Presidente Nacional do Partido Renovador Trabalhista Brasileiro (PRTB), Levy Fidélix, está em visita ao estado de Pernambuco.ele falou das ações do partido, da política nacional, das visitas realizadas e fez duras críticas ao governo Temer.

Levy Fidelix afirmou que o objetivo é iniciar por aqui uma nova caminhada nacional. “Pernambuco é um estado politizado e de um povo que sabe o que quer”. Diz. Para ele, emprego, saúde e educação deve ser a pauta do seu cotidiano. Um outro ponto da visita é para conhecer de perto os novos eleitos, vereadores e vice-prefeitos em todo o estado.

Ele criticou duramente as ações do governo Temer. Disse que é um governo que está abaixo das expectativas do povo brasileiro. Para Levy, o Brasil só não está mais quebrado porque provavelmente o povo brasileiro tem muitas reservas. Fez referências aos R$ 800 bilhões de juros, gastos pelo Brasil no ano de 2016. Ele defendeu a reconstrução de diálogo duro com os banqueiros. Para ele, não se concebe a ideia de se abusar do brasileiro pagando duras taxas de juros, enquanto o desemprego cresce e ministros do governo se envolvem em esquemas fraudulentos, sendo inclusive investigados pela Operação Lava Jato. Levy Fidelix, disse ainda que o povo brasileiro no mínimo “saiu do inferno e agora está no purgatório”.” O governo federal tem dinheiro sim para investir no sistema carcerário, na educação e outros pontos importantes para a população brasileira”, afirmou o presidente do PRTB.

Perguntado sobre a Reforma Previdenciária, ele classificou como criminosa. “O cidadão trabalha a vida toda e se aposenta com 70 anos. Quero perguntar se o Temer se aposentou aos 70 anos. Tanto ele como Fernando Henrique, se aposentaram entre 50 e 55 anos. Quem se aposenta com 70 anos, não tem mais sabor pela vida”. Disse. Para ele o dinheiro da previdência está sendo gasto de forma indevida.

Quanto a morte do Ministro do STF, Teori Zavascki, o presidente do PRTB disse que é preciso se investigar, mas que é muito estranho o “raio” cair justamente em cima do avião que conduzia o ministro e o mais importante: Relator da Operação Lava Jato. Ele disse ainda que assim como 83% dos brasileiros acreditam em conspiração, ele é mais um a acreditar, embora não se possa apontar culpados. Para ele, centenas de pessoas tinham interesse na morte do ministro. Sobre a possibilidade do juiz Sérgio Moro assumir a vaga deixada pelo ministro, Levy disse ser contra, já que Sérgio Moro tem desempenhado um excelente papel à frente da Lava Jato e não conseguiria desempenhar com o mesmo otimismo as ações que vem realizando, caso se torne ministro do STF.

Segundo o presidente nacional do PRTB, o partido vem crescendo em todo o país. Para ele, tudo isso é a prova de um partido que tem uma visão nacional, sem envolvimento em operações policiais no país, demonstrando estar ao lado do povo brasileiro.

Ele criticou um segmento da imprensa brasileira, que o considera eterno candidato. Para ele, isso não o desanima, já que é um homem pautado pela ética e espiritualidade. Disse ainda entender que eterno só existe um que é Deus e portanto, se for convocado a disputar mais uma eleição, o fará porque está à serviço dos menos favorecidos da população brasileira.
Adbox