Em PE, PM garante reforço de segurança em ‘locais com Pokémons’


Depois da chegada do aplicativo Pokémon Go no Brasil, na última quarta (3), uma multidão de usuários passou a caçar os bichinhos virtuais em ruas, praças e outros locais públicos. A diversão é virtual, mas os riscos são reais e, por isso, a Polícia Militar de Pernambuco divulgou, nesta sexta (5), uma série de orientações para os jogadores.

Segundo a corporação, os locais em que há maior concentração de personagens virtuais terá aumento de rondas dos policiais. De acordo com a PM, as rondas com patrulhas serão intensificadas nestas áreas. No Recife, por exemplo, locais como o Marco Zero, no Centro, são pontos de grande aglomeração de jogadores. De acordo com a corporação, os outros locais em que haverá reforço nas rondas não serão divulgados por questões de segurança.

Além do reforço na patrulha, a PM também reforçou as recomendações para jogar com segurança. Não expor equipamentos eletrônicos e ter atenção ao caminhar por calçadas e ao atravessar ruas e avenidas são algumas das dicas da corporação. Ainda de acordo com a PM, é importante estar em grupo ao jogar em ambientes públicos e ter pelo menos uma pessoa atenta aos arredores do percurso.

Além de contemplar os usuários do game, a PM também faz um alerta a quem não usa o app e pede para que moradores e comerciantes não permitam a entrada de estranhos que aleguem estar buscando Pokémons. Confira a lista completa de recomendações:

– Não exponha equipamentos eletrônicos (smartphones, tablets);

– Atenção ao atravessar ruas e avenidas;

– Atenção aos desníveis nas calçadas, para evitar acidentes;

– Respeite a residência dos outros na busca das figuras virtuais;

– Respeite os limites privados, principalmente os relacionados a gêneros (masculino/feminino);

– Procure jogar em grupo, com pelo menos um integrante atento aos arredores do trajeto;

– Aos moradores/comerciantes: não permita ingresso de estranhos em suas residências/estabelecimentos, alegando estarem na busca de Pokémons.

Nenhum comentário:

Adbox